Anti Plágio

...

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Assim tão frio



As coisas são tão rápidas, passam assim e eu nem percebo
Sendo assim tão frio o meu jeito com qual lido com todos
É bom até...
Chegou, eu desconfiado fui prevenindo o meu eu, mas foi chegando e tomando conta...
Insistente, fui gostando e deixando, agora sumiu, mas nem tanto. Aparece um pouco, mas bem estranho e frio, mas também não tomo posse.

Se tenho algo, que venha até mim. Eu dou a oportunidade e mostro.

Lhe Cabe chegar.

Não muito a dizer.

Não espere de mim se acha que és o centro de tudo

Te sugar até perceber quem sou!



7 comentários:

Izadora disse...

Muito bom!
Destaco: "fui gostando e deixando, agora sumiu, mas nem tanto. Aparece um pouco, mas bem estranho e frio, mas também não tomo posse." Pois é, isso mesmo!
Beijo!

Naay disse...

rs. Eu preciso confessar que adorei o post?
adorei mesmo ! :P salvei o texto aqui :P

Beijo

Sandro S. Sorte disse...

Interessante sua escrita! Gostei também do clia sombrio do blog e a imagem(parece de videogame)!!
Abraço!

[Pulga] Anderson Ferreira disse...

Que coisa mais melancolica. Profunda, fala de amor mas...

Encare isto como uma critica construtiva...o layout do blog também está meio melancolico.

Até.

Branca disse...

"Se tenho algo, que venha até mim. Eu dou a oportunidade e mostro."

Meu caro poeta, seus versos falam por mim.

Muito lindo!!


bjoss

MiCHELLE RODRIGUES disse...

Isso me lembrou coisas que aconteceram a alguns meses atrás.Quase que um pedido de libertação.
Vc é nada mais que , vc.
Bjus

francys disse...

descupamaisseu blog nao faz muitomeuestilo mais paraqm gosta estamuitobom
parabens
apostagemtambemstabom