Anti Plágio

...

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

The moon my destination


Não me olhe assim,
Não hoje
Percebo o sol em sua janela
Percebo a lua em minha cara
há uivos, há cheiros
Um vento breve toca-me e sinto algo que não sei

O sol em sua janela é sua contemplação, é sua oração
O seu perfume doce é o meu desejo

Não chegue perto, pode ser perigoso
Não me olhe, eu desvio ou posso encarar
Rosnar, uivar

A minha cabana fica onde nada possa encontrar
o meu lar é o meu eu
o meu eu é a solidão

A lua em minha porta, em meus olhos é minha noturna
Minha noite sombria e alimentícia
Meu lado selvagem
A lua em meus olhos fazem-me perder quem sou e agir como selvagem
Instintos me envolvem, ele surgiu um dia

O sol em sua janela é a esperança de quem ainda possa acreditar em uma aproximação
Os seus olhos verdes e sua pele desejosa é como uma droga

Meus olhos castanhos viajam pelas montanhas da floresta

A lua quando me toca é como quem descobre o lado oculto de si próprio

Sou eu, mas não sou eu, sou eu em puro instinto.
É força
É cheiro
É mata
É sangue quente

EU ME ALIMENTANDO

Eu me escondo, mas a noite, você pode ser a vitima fatal.

Jonathan Villaça

44 comentários:

Branca disse...

"A lua em minha porta, em meus olhos é minha noturna
Minha noite sombria e alimentícia
Meu lado selvagem
A lua em meus olhos fazem-me perder quem sou e agir como selvagem"

Esse estilo, todo seu, é muito lindo!!!

"Eu me escondo, mas a noite, você pode ser a vitima fatal."

bjoo

MiCHELLE RODRIGUES disse...

Delicia de texto.A lua é irresitível e nos leva ao extremo de nossos "eus".

Batuta Por Batuta disse...

Cara.. confesso que não sou mto fã desse tipo de blog.. mais nesse caso, eu tenho que te parabenizar, você escreve muito bem. e seu blog é bem organizado...

Abraços da turma do :

http://batutaporbatuta.blogspot.com/

Leandro disse...

cara, nao leve a mal mais achei meio estranho..
abraços

Deane Castro disse...

Eu gostei, escreves bem e prende atenção do leitor!

Abraço, volto depois pra ver as novidades!!

Leo disse...

Lendo o poema fiquei imaginando o personagem Jacob de Lua Nova declamando para Bella.
Mas o poema é lindo mesmo, terás grande sucesso na carreira.

http://parada-ob.blogspot.com/

[Pulga] Anderson Ferreira disse...

Excelente poema, bem escrito e de conteúdo. Agora, se a explicação para o "selvagem" e "lua" e etc forem por causa do crepusculo... Argh!

Mas continue com os ótimos posts.

Abcs

Jonathan disse...

Bom, esse poema meu não tem nada haver com Lua nova ou a saga. Foi inspiração minha no xamã, e nas forças da natureza.

E um lado sombrio do mundo e de alguém que se isola.

Suzy disse...

Gosto do estilo de sua poesia. Amo lobos.*.*

Bruno Alves disse...

As vezes sentimos a Solidão bater clara e vaga em nossa janela matinal e noturna...

Mas não percebemos que é nós mesmos com medo do mundo,com medo de sujar a alma ao partir a procura de um grande amor ,ou de uma grande iluão.

FabioZen disse...

A lua,sangue,olha ontem eu baixei e assisti GRITO DE HORROR,classicão.Teu poema é denso e sombrio.Gostei!

Fabricio bezerra da guia disse...

suas poesias são muito subjetivas.algumas é meio dificil de entender

Raaah ;) disse...

Adorei o texto,adoro essa música do skid, enfim... adorei seu blog
e só vi seu recado com o link dele HOJE,tava no meu spam do orkut inexplicavelmente D:
Beiijos :)

Lina disse...

Gostei da finalização.
"sou eu em puro instinto"

Provacação naturalista é sexy.

Curti o txt, parabéns.

http://gritosquenaodei.blogspot.com

Kako tem a manha?!?! disse...

muito bom o texto!


http://vishquedahora.blogspot.com

Mariana Frazão disse...

Aah obrigada, amei o seu tbm.
seguindo (:
beijo :*

Carol Guccione disse...

aaah sim, acho que estou amando então... Não há mts dúvidas sobre isso porém sempre caio nessa questão. Seja bem-vindo ao meu blog também ;D

Melisseira (♥) disse...

Oi Adorei seu blog .
Beijos do blog Sonhos em Plástico ...
http://sonhosemplastico.blogspot.com/

Jornal disse...

Tenho que te confessar que quase nunca leio os posts, mas esse, eu li o titulo e já gostei!!!

Bjo

Rogerio disse...

belo poema...esta de parabens,.

Carol Guccione disse...

É, as vezes tenho medo de amar. Mas cansei das neuras e to deixando a vida me levar... Há muito tempo mesmo pra curtir :D

Seremos amigos sim *-* rs. bjs

Bruno disse...

Muito Bem Escrito Véio. Não é o meu gênero literário favorito mas...gostei.
Abração

http://cafeholandes.blogspot.com

Carol Guccione disse...

já adç e apaguei o comentário...

Gilberto disse...

Muito interessante o seu blog!
Parabéns e sucesso!

ana disse...

muito lindo!

Jujuana disse...

Muito bonito, bem calmante.

Vc curte rock? disse...

Muito foda esse texto que vc publicou Jonathan... Mas como vc não disse no post se foi vc que escreveu esse texto, seja sincero:

- Foi vc mesmo que bolou esse texto? Muito bom mesmo.

Se foi vc mesmo, não posso falar mais nada do que vc próprio não saiba. Estaria sendo redundante em dizer que tem um grande talento.

Parabéns pelo bom gosto e pelas palavras.

abraço

Jonathan disse...

Sim, foi eu quem escreveu.

textododia.com disse...

Não sou muito fan de poesias.

CARVALHO,laís disse...

eu fiquei com medo :X
amei a intensidade que você põe nas palavras.
Parabéns, você tem talento pra escrever.
beijos

Bullshit Rock disse...

Nossa. Juro que me arrepiei lendo...

Estou senguindo.

Alaor Pedroso Netto disse...

A escuridão não é o refugio e a fama pode ser a escuridão!!!

Juliana Ribeiro disse...

Achei muito intenso seu texto!
Admiro pessoas que conseguem escrever versos e posesias!

@thiagoenfer disse...

show ehnhehn ..

me relachei com esse texto!

Rodolfo Soares disse...

Lindo texto véio, e ótima seleção de imagem... é o adesivo do meu notebook hehehe te juro!

Abraços
www.borarir.com

Juηiøя disse...

Parabens

muito lindo seu texto

visite

www.diarreiavideos.blogspot.com

Renan Leal disse...

GÓTICO E SELVAGEM

Lidianne Andrade disse...

a foto está linda e o poema simplesmente perfeito! amei!

Cláudio N. disse...

cara, nao leve a mal mais achei meio estranho..
abraços [2]

Jonas Alves disse...

Nossa..que otimo bem forte ne meu lado selvagen ate que me indentifiquei curti seu blog to seguindo e te espero no meu tbm

COMENTANDO COM CONTEUDO.
www.contemporaneoeindiscreto.blogspot.com
LEIA E COMENTE, NÂO DIGA "adorei o post" "parabens pelo blog" você espera um comentario Decente, então Começe por você

Tais disse...

Parabéns pelos textos. Caí de para-quedas no blog mas gostei muito. Abraços.

catrak disse...

Ola tudo bem tipo eu vi seu blog em uma comunidade e resolvi visitar, tipo tenho uma dicad para o seu blo pq vc nao passa ele para um dominio profissional gratis tipo o google indexa mais rapido vc ganha mais visitas e mais blogs linkam vc, tipo si quiser eu tenho um tutorial passo a passo aqui para vc da uma olhada: http://www.artilhariadigital.com/2009/11/tutorial-configurando-um-dominio-cocc.html

Carol Guccione disse...

que bom que atravessa na faixa, precisamos de exemplos como você neste mundo rs *-* não curto mt msn, me cansa, daí nem entro com frequência ^^ bjs

Canto do Lufa disse...

intenso o seu texto.

Lendo o texto atual e ese já é possívl enxergar um característica própria de escrever. Muito bom quando alguém tem um identidade literária. Parabens